Select language:

 Dependência: tipo de cabo e tipo de rede local 

Este exemplo mostra como as tabelas podem ser utilizadas em restrições. A tabela apresentada no exemplo descreve as seguintes combinações de valores permitidas para as características C_Tipo_de_lan e C_Tipo_de_cabo:

C_Tipo_de_lan

C_Tipo_de_cabo

Ethernet Thinwire

Par trançado

Ethernet Thinwire

Par trançado blindado

Ethernet Thickwire

Cabo coaxial

Token Ring

Par trançado

Token Ring

Par trançado blindado

Token Ring

Fibra óptica

Token Bus

Cabo coaxial

FDDI

Fibra óptica

 

As tabelas utilizadas em dependências só podem conter características de valor individual. As características das classes que são comparadas com as encontradas na tabela também podem ser características de vários valores ou características restringíveis.

Essa tabela é utilizada na restrição para permitir a definição das combinações de valores válidas. Se o usuário atribuir uma combinação inválida ao configurar algum material, a restrição aciona uma mensagem de inconsistência.

OBJECT:
Rede is_a C_Rede (300)

RESTRICTIONS:
tabela Cabo_da_lan
(C_Tipo_de_lan = Rede.C_Tipo_de_lan,
C_Tipo_de_cabo =Rede.C_Tipo_de_cabo).

A restrição faz referência a todas as redes, pois a classe C_Rede é entrada como um objeto. Essa classe abrange tanto as redes da sociedade como as redes de departamento.

Em RESTRICTIONS, as características da tabela são comparadas com as características da classe. Nesse exemplo, as mesmas características são utilizadas na tabela e na classe.

O usuário também pode utilizar tabelas nas restrições com a finalidade de determinar valores. Para isso, basta entrar, em INFERENCES, a característica cujo valor será determinado pela tabela. No entanto, isso somente é possível se um valor único puder ser determinado. Se o usuário quiser determinar um valor para o tipo de cabo e o valor ‘Token Ring’ estiver atribuído ao tipo de rede local, não será possível determinar um valor único para o tipo de cabo, pois existirão três valores disponíveis.

Também é possível utilizar tabelas nas restrições para limitar o conjunto de valores de uma característica. No entanto, para isso, é necessário criar características separadas para a classe e para a tabela. O usuário precisa definir as características da classe como restringíveis (vide

Restrições: determinação de valores).