Como lançar lucro/perda 

Utilização

No lançamento de uma baixa de imobilizado, é possível entrar a receita proveniente da venda do imobilizado. O sistema determina automaticamente o lucro ou a perda (que afeta o rendimento) como a diferença entre essa receita e o valor contábil do imobilizado que está sendo baixado. Como o lucro ou a perda resultante da baixa do imobilizado não ocorre regularmente, eles só têm relevância limitada para a contabilidade de administração. Portanto, o sistema efetua o lançamento do lucro ou da perda somente como uma estatística para o centro de custo. A classificação contábil real para o CO ocorre no centro de lucro, que é atribuído ao centro de custo (consultar

Classificação contábil adicional).

Conjunto de funções

O lucro/perda das baixas e transferências do imobilizado requer processamento especial. É possível fazer especificações para isso no Customizing da Contabilidade do imobilizado, na definição dos tipos de transação de baixa, por área de avaliação (Customizing da Contabilidade do imobilizado, selecione a função Determinar variantes de lançamento, Tratamento especial de baixas)

  • Baixa com lucro/perda (variante 0)

Quando se usa essa variante, o sistema lança a diferença entre a receita obtida e o valor contábil baixado como lucro/perda que influencia a conta de lucros e perdas. Esse é o tipo de lançamento usado e permitido na maioria dos países.

  • Mostrar lucro/perda como passivo (variante 1)

Essa variante pode ser usada apenas para baixas parciais. O sistema não efetua o lançamento de qualquer lucro ou perda. Em vez disso, ele corrige as depreciações acumuladas proporcionais que estão sendo baixadas pelo montante do que teria sido o lucro ou a perda. Não há um lançamento de lucro/perda na conta de lucros e perdas. Em vez disso, o valor contábil da parte restante do imobilizado é aumentado ou reduzido por esse montante. Dessa maneira, o efeito sobre a conta de lucros e perdas é adiado do exercício da baixa para os exercícios ao longo dos quais o imobilizado é depreciado.

Se a receita for maior que os ajustes de valores que estão sendo baixados, o sistema trata o excesso de receita como lucro, como na versão 0.

No caso, o sistema usa a variante 0 para baixas totais.

  • Receita como passivo (variante 2)

Com essa variante, o sistema não efetua o lançamento de um CAP ou ajuste de valor sendo baixado. Em vez disso, os ajustes do valor cumulativo existentes são corrigidos pelo montante da receita recebida.

Se a receita for maior que os ajustes de valores acumulados existentes, o sistema trata o excesso de receita como lucro, como na variante 0.

Gráfico: Variantes de baixa

Por exemplo, as variantes 1 e 2 são exigidas para complexos de imobilizados, de acordo com a lei norte-americana no ADR (consultar

Complexo de imobilizados). Observar que o sistema só usa esse procedimento de lançamento do passivo até o valor contábil do imobilizado chegar a zero. Qualquer receita que exceda esse montante é lançada como lucro por meio da variante 0. Portanto, esses lançamentos não geram valores contábeis negativos.

Classificação contábil de lucro/perda para imobilizados especiais

A opção standard é para o sistema lançar o lucro ou a perda na conta de lucros e perdas correspondente, especificada na determinação da conta. Há um código na definição do tipo de transação que permite modificar-se essa definição. Lucro/perda deixam de ser lançados na conta de lucros e perdas. Em vez disso, são lançados como reavaliações em imobilizados especiais que são somente para este lançamento de lucro/perda. Especifique esses imobilizados no Customizing da Contabilidade do imobilizado em Transações das seguintes maneiras:

  • Entrando um imobilizado correspondente para cada classe do imobilizado
  • Definindo uma regra de substituição, o que o sistema pode usar para determinar o imobilizado (consultar
Validação e substituição).

Há um código de classificação contábil do imobilizado de lucro/perda na definição do tipo de transação geral. Se esse código estiver definido, é possível limitar o processamento de baixas especiais por área de avaliação à variante 3 (lucro/perda lançados em imobilizados especiais). Essa definição é feita na tela de transação para o tratamento especial de baixa. (No Customizing para Contabilidade do imobilizado, selecionar Transações ® Baixas ®

Lançamento de lucro/perda Definir variantes de lançamento.)

A conta de reconciliação para essa transação de lançamento é a conta de ajuste de valor que é especificada na determinação de contas para o imobilizado.

É necessário permitir valores negativos para imobilizados especiais usados para lançamento de lucro/perda. Caso contrário, especialmente se não houver CAP no imobilizado, a depreciação completa pode ser lançada no exercício de transferência embora o imobilizado especial tenha uma vida útil de muitos anos.

Receita de baixa proveniente de liquidação de reservas especiais

É possível especificar que o sistema inclua a receita relacionada com baixas resultante da liquidação de reservas especiais no cálculo de lucro/perda. Essa especificação é feita entrando as contas de lucro/perda na determinação de contas das áreas de avaliação para reservas especiais. Se nenhuma conta for entrada, o sistema efetua o lançamento separado do lucro e da perda de depreciação contábil da receita da liquidação de reservas especiais.

Como lançar valor contábil residual

É possível especificar que o sistema lance o valor contábil de baixas de imobilizado em uma conta transitória para receita de venda de imobilizado ou uma conta transitória para vendas a uma empresa associada. O usuário realiza essa especificação na definição da empresa do imobilizado. Em seguida, o sistema não efetua o lançamento de lucro/perda (de vendas) ou perda (de sucata) para uma baixa. Esse tipo de lançamento é necessário, por exemplo, para atender aos requisitos legais na França.