Bonificação em mercadoria

Objetivo

Em vários setores industriais, é comum oferecer produtos gratuitos ou não cobrar do cliente alguns produtos vendidos, quando o cliente adquire determinada mercadoria.

Existem as seguintes formas de bonificação em mercadoria:

O cliente só paga uma parte das mercadorias necessárias. O restante das mercadorias é gratuito. Essa forma é conhecida como Bonificação descontada em mercadoria e significa que parte da quantidade de compra é designada como bonificação em mercadoria e não é faturada.

O material fornecido como bonificação em mercadoria tem sempre a mesma unidade de medida da quantidade comprada.

De dez garrafas de vinho, duas são designadas como bonificação em mercadoria. Se o usuário solicitar dez garrafas, serão fornecidas dez garrafas mas duas delas não são faturadas. O usuário recebeu uma bonificação descontada em mercadoria.

O cliente paga as mercadorias solicitadas e recebe mercadorias adicionais. Essa forma é conhecida como bonificação em mercadoria extra e significa que é concedida uma bonificação em mercadoria, com uma quantidade adicional à contida no pedido. É fornecido mais do que o solicitado e a quantidade adicional não é faturada.

As mercadorias fornecidas como bonificação em mercadoria não precisam ser idênticas ao material solicitado.

Quando são solicitadas quatro cafeteiras, o fornecedor oferece um pacote de café como bonificação em mercadoria. Portanto, se o usuário solicitar quatro cafeteiras, receberá um pacote grátis de café.

Conjunto de funções

O usuário cria uma estipulação de bonificação em mercadoria de modo idêntico ao da criação de uma condição. É possível definir os requisitos que controlam a concessão de bonificação em mercadoria na quantidade de níveis necessária, isto é, no nível de cliente/material ou no nível de hierarquia de clientes/material. O sistema standard adota o nível de cliente/material. A estipulação de bonificação em mercadoria tem um período de validade. Na estipulação de bonificação em mercadoria, é possível gravar regras diferentes para a determinação da quantidade da bonificação em mercadoria. É possível definir uma quantidade mínima para o material vendido, e só será concedida a bonificação em mercadoria para o material vendido acima dessa quantidade mínima. A quantidade da bonificação em mercadoria pode ser definida proporcionalmente à quantidade do material vendido. Outra regra define a quantidade da bonificação em mercadoria por unidade cheia do material vendido. Em outras palavras, seria possível conceder uma bonificação em mercadoria somente para determinado número de paletes completos e não para os paletes com carga parcial.

O processamento de bonificação em mercadoria é suportado na ordem de cliente para venda direta. Ao criar a ordem de cliente, os itens da bonificação em mercadoria são gerados automaticamente segundo a estipulação de bonificação em mercadoria. A bonificação em mercadoria é representada como um item. O item da bonificação em mercadoria está relacionado ao item original. Os itens de bonificação em mercadoria são relevantes para a remessa e copiados para a própria remessa. O item de bonificação em mercadoria pode ser copiado para o documento de faturamento. É possível constar uma bonificação em mercadoria na fatura como itens gratuitos.

Na ordem de cliente e no documento de faturamento, é possível executar a determinação de preço para um item de bonificação em mercadoria. Uma dedução automática de 100 por cento no final da determinação de preço assegura que o item é gratuito, o que facilita a representação nas estatísticas e na Demonstração de Resultados. Nesse caso, é possível representar a bonificação em mercadoria não somente como custos de produção, como também como um tipo especial de redução de receita.

Restrições

Atualmente, a bonificação em mercadoria só é suportada na proporção de 1:1. Isso significa que um item da ordem só pode originar um único item de bonificação em mercadoria, e que não são aceitas as estipulações que englobam relações do tipo "Comprar o material 1 e receber os materiais 2 e 3 gratuitos" ou "Solicitar o material 1 e 2 em conjunto, e receber o material 3 gratuitamente’.

No momento, a bonificação em mercadoria não é suportada em combinação com estruturas de material (isto é, seleção de produtos, listas técnicas, variantes com explosão de lista técnica).

Atualmente, a bonificação em mercadoria só é suportada para ordens de cliente com a categoria de documentos C (não para as cotações, por exemplo).

A bonificação em mercadoria não é suportada, no momento, para as remessas sem referência a uma ordem de cliente.

A bonificação em mercadoria não é aceita atualmente na produção por ordem de cliente, processamento de ordens de terceiros e programas de remessas.